Cultura

Direcção da União dos Escritores é empossada para mais três anos

Manuel Albano

Jornalista

A comissão directiva da União dos Escritores Angolanos (UEA), reconduzida para um mandato de mais três anos, toma posse amanhã, às 11h00, na sede da instituição, junto ao Largo das Escolas, em Luanda.

13/05/2022  Última atualização 08H50
David Capelenguela volta a assumir o cargo de secretário-geral da instituição cultural para um mandato de mais três anos © Fotografia por: Rafael Tati | Edições Novembro

O secretário-geral da UEA, David Capelenguela, de 53 anos, foi candidato único à sua sucessão, numa lista que tem como novidade o escritor Lopito Feijóo, que agora ocupa o cargo de presidente da Mesa da Assembleia, em substituição de Luís Kandjimbo.

David Capelenguela disse, ontem, ao Jornal de Angola, em Luanda, como forma de balanço rápido, que os últimos três anos foram de resiliência à frente da UEA, devido à pandemia. Entre os feitos realizados, destacou, as 70 edições do projecto "Maka à Quarta-feira” e a promoção da literatura angolana no estrangeiro. "Ao longo do mandato anterior, foi assinado um acordo com a TV Zimbo, para a transmissão regular do projecto ‘Maka à Quarta-feira”, adiantou o escritor.

Outro feito, revelou, foi ter firmado um contrato de cooperação com a Imprensa Nacional para a edição de 20 títulos, com os dez primeiros livros já na segunda fase de edição.

Natural da Huíla, David Capelenguela é o sétimo secretário-geral da UEA, a primeira associação cultural criada após a Independência Nacional, a 10 de Dezembro de 1975. Advogado de profissão, licenciado e mestre em Direito, David Capelenguela é membro da UEA e um dos co-fundadores da Brigada Jovem de Literatura do Namibe. O autor tem no mercado os livros "Véu do Vento”, "Gravuras Doutro Sentido” e "Acordanua”.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Cultura