Sociedade

Digitalização de arquivos reduz tempo no atendimento

O vice-governador de Luanda para o Sector Económico, Gilson dos Santos Antunes Carmelino, reafirmou, este sábado, que o início do processo de digitalização do arquivo das edificações urbanas e da Biblioteca do Governo Provincial irá reduzir o tempo de resposta e garantir maior segurança no atendimento às solicitações dos munícipes, sobretudo em questões relacionadas com os direitos fundiários e o interesse de pesquisa de informações que constam do acervo.

27/11/2022  Última atualização 09H03
© Fotografia por: DR

Gilson Carmelino efectuou, este sábado, uma visita à Biblioteca do Governo Provincial de Luanda.

A Biblioteca de Luanda, das mais antigas da África Subsaariana, está aberta de segunda a sexta-feira, das 8:30 às 15 horas, e conta com cerca 38.000 volumes de livros e vários manuscritos que não se encontram em nenhuma outra biblioteca em África.

No recinto, estão disponíveis a Gramática Elementar de Kimbundo de 1888; colectânea de boletins oficiais de Setembro de 1845, o repertório das ordenações e Leis do Reino de Portugal de 1749, entre outros.

Conta, igualmente, com um ciberespaço, composto por sete computadores ligados à Internet, disponível para pesquisa, uma fotocopiadora operacional e um dinamismo diferente em termos de atendimento por parte dos funcionários da Biblioteca.

Este importante espaço do saber foi fundado a 1 de Dezembro de 1873, possui acervos de diferentes áreas de conhecimento, dos séculos XVI a XXI, onde grande parte já se encontra disponível em formato digital. A Biblioteca está disponível para estudantes, historiadores, sociólogos, psicólogos, pesquisadores e outros interessados.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade