Economia

Diamantino Azevedo lamenta a morte de secretário-geral da OPEP

JA Online

O secretário-geral da OPEP tinha 63 anos, e estava a cumprir o actual mandato. Mohammad Barkindo morreu na Nigéria, no dia 5 de julho, na terça-feira.

06/07/2022  Última atualização 15H11
© Fotografia por: AFP

O ministro dos Recursos Minerais, Petróleo e Gás, Diamantino Azevedo, lamentou a morte do secretário-geral da Organização dos Países Produtores de Petróleo (OPEP), Mohammad Barkindo, na Nigéria, aos 63 anos, e enviou as condolências à família.

"É um acontecimento muito triste. O Senhor Barkindo serviu dois mandatos de três anos, desde 2016, como SG da OPEP, esforçando-se em buscar consensos para o bem da organização", sublinhou numa nota de pesar, a que o Jornal de Angola teve hoje acesso.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Economia