Opinião

Dia do diplomata na Rússia

Em 10 de Fevereiro, a Rússia celebra o Dia do Diplomata. Neste dia, relembramos a História da diplomacia russa, homenageamos os veteranos do serviço diplomático e celebramos os êxitos da nossa política externa. A diplomacia russa tem uma longa história, é famosa pelas suas tradições.

24/07/2021  Última atualização 05H40
O ano passado foi para o mundo inteiro e para o nosso país um ano de abalos, desafios sem precedentes e perdas pesadas, que sem dúvida influenciaram a política externa russa. A pandemia contribuiu para a transformação de todo o sistema das Relações Internacionais, agravou a rivalidade entre as principais potências pelo direito de determinar os princípios da ordem mundial. Agora vemos um novo ambiente geopolítico altamente competitivo a formar-se. Este novo ambiente provoca não apenas desafios sérios à segurança nacional, mas também abre novas oportunidades amplas para o estabelecimento da cooperação com os nossos parceiros estrangeiros.


Nestas novas condições, os diplomatas precisam de abordagens novas e não ordinárias para garantir a solução das tarefas da política externa definidas.
Tradicionalmente, as tarefas do serviço diplomático incluem não apenas a protecção dos interesses do seu país, mas também construção e manutenção das relações amistosas bilaterais da cooperação e parceria.
O ano de 2020 foi especial para a cooperação russo-angolana – celebrámos o 45º aniversário do estabelecimento de relações diplomáticas. Historicamente, os laços fraternos estabeleceram-se entre os países, o povo angolano ainda lembra o papel fundamental da URSS na conquista da independência de Angola e na formação e fortalecimento do seu Estado. É simbólico que a celebração do principal feriado nacional angolano - o Dia da Independência de Angola, coincida com a data do estabelecimento das nossas relações diplomáticas.

Durante as duas visitas à Federação da Rússia do Presidente da República de Angola João Lourenço em 2019: o de estado e o de trabalho no âmbito da primeira cimeira Rússia-África na cidade de Sochi a cooperação entre a Rússia e Angola ganhou dinamismo. A realização da segunda cimeira está prevista para o ano de 2022. No decorrer das visitas foi assinado um leque de acordos intergovernamentais e memorandos, entre eles são Acordo entre o Governo da Federação da Rússia e o Governo da República de Angola sobre a Cooperação no Domínio das Pescas e da Aquicultura, Acordo entre o Governo da Federação da Rússia e o Governo da República de Angola para Cooperação no Campo da Exploração e Uso do Espaço Exterior para Fins Pacíficos e o Anexo sobre a propriedade intelectual, Acordo entre o Governo da República de Angola e o Governo da Federação da Rússia sobre o Reconhecimento Recíproco de Habilitações Literárias/ Qualificações e Graus Académicos, Protocolo de Cooperação entre o Ministério de Justiça da Federação da Rússia e o Ministério da Justiça e dos Direitos Humanos da República de Angola, Memorando de entendimento entre o Governo da Federação da Rússia e o Governo de República de Angola sobre a cooperação no domínio dos diamantes etc. A cooperação nos quadros destes acordos está em curso.

Actualmente, estão em andamento os preparativos para a implementação dos projectos nas áreas de indústria, energia, mineração, pesca, transporte, complexo agroindustrial, financeiro e de crédito, bem como no campo da cooperação técnico-militar. Na fase final está a implementação do projecto de lançamento de um satélite espacial "Angosat-2”. O Conselho Empresarial "Rússia-Angola”, instrumento de cooperação económica criado em 2019, continua a funcionar com grande eficácia. Em 2020, também começou a funcionar a "Associação para a Cooperação Económica com Países Africanos”.

Os investidores russos mostram cada vez mais interesse em abrir empresas com capital russo ou conjunto em Angola. Em particular, em 2019, foi assinado um acordo para a construção de uma fábrica de fertilizantes em Angola no valor total de 1,2 mil milhões de dólares.

A empresa conjunta russo-angolana a "Sociedade Mineira de Catoca” produz mais de 75 pro cento de todos os diamantes do país, contribuindo com mais de 80 milhões de dólares para as receitas do Estado. O "VTB Africa Bank” é considerado um dos bancos de maior sucesso em Angola.

No âmbito da luta contra o coronavírus em Outubro de 2020, o Governo da Federação da Rússia enviou 18,3 toneladas de ajuda humanitária ao Governo da República de Angola. Hoje, em fase final encontram-se negociações sobre o fornecimento da vacina russa a Angola "Sputnik V”. Esperamos começar a vacinar a população angolana o mais rápido possível e ajudar o país irmão a superar a pandemia e voltar à vida normal.

A formação é uma área tradicional da nossa cooperação bem sucedida. As portas das instituições do ensino superior russas estão sempre abertas para os angolanos. O Governo da Federação da Rússia atribui anualmente 132 bolsas a Angola para estudar nas universidades russas. Em geral, mais de mil angolanos estudam na Rússia.
No Dia do Diplomata, gostaria de sublinhar mais uma vez que para a Rússia as relações com Angola são de natureza estratégica, e estamos confiantes que a nossa cooperação continuará a ganhar força e terá novas oportunidades para o desenvolvimento.

                      * Embaixador da Rússia em Angola

Vladimir Tararov  |*

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Opinião