Sociedade

Detidos indivíduos com várias peças de marfim no Belas

Pelo menos quatro indivíduos, entre os quais dois vietnamitas, foram detidos, sexta-feira, em Luanda, pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC-Geral), por terem em posse grandes quantidades de marfim trabalhado e bruto, que seriam transportadas para o Dubai.

03/12/2022  Última atualização 06H30
Tráfico ilegal de marfim tem sido travado de forma cerrada © Fotografia por: DR

A detenção dos suspeitos ocorreu no interior de uma residência, no Condomínio Vereda das Flores, no município de Belas, onde os dois nacionais acolhiam os cidadãos vietnamitas.

O porta-voz do SIC-Geral, superintendente-chefe Manuel Halaiwa, explicou que o crime foi descoberto mediante denúncia sobre a existência de quantidades enormes de marfim em casa dos suspeitos em referência.

No local, o SIC encontrou grandes quantidades de marfim, que seriam vendidas no Dubai, disse Manuel Halaiwa, para avançar os dois angolanos têm origem congolesa.

O porta-voz do SIC esclareceu, igualmente, que os dois indivíduos nacionais buscavam o marfim no Congo Democrático e, por via terrestre, traziam o produto escondido em sacos.

O produto foi vendido aos vietnamitas no valor de oito milhões de kwanzas, cujo dinheiro devia ser repartido equitativamente.

Os quatro detidos vão ser presentes ao Ministério Público, para sua legalização do processo, mediante a acusação de praticarem o crime de agressão ao ambiente.

Na quinta-feira, o SIC deteve outros dois vietnamitas, no Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro, quando tentavam sair do país com 45 quilos de marfim escondidos em três malas.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade