Sociedade

Detido suposto assassino de ex-procurador militar

Um dos três jovens envolvidos no assassinato, na última quarta-feira, de António Ferro de Farias, ex-procurador militar no Cuanza-Sul e Benguela, foi já detido, pelo Serviço de Investigação Criminal, confirmou o director do Gabinete de Comunicação Institucional e Imprensa da corporação.

14/05/2022  Última atualização 08H35
© Fotografia por: DR

O superintendente de investigação criminal Manuel Halaiwa avançou que o presumível autor, identificado por Gelson Tchipindo Capapelo "Pabalé”,  de 19 anos, sem ocupação profissional, confessou a prática do crime, com a co-participação de dois comparsas (Bruno António Kupira e Danaik), ambos em fuga.

A detenção do acusado foi possível graças a uma sequência investigativa, em torno do homicídio qualificado, ocorrido por volta das 5h30, de 11 deste mês, na Marginal do Sumbe.

O homicídio ocorreu quando António Ferro de Farias, ex-procurador militar jubilado, se encontrava a fazer exercícios físicos e ao resistir à tentativa de roubo de um telemóvel foi esfaqueado pelo grupo de Pabalé.

"O SIC também conseguiu apreender a faca utilizada no homicídio, o que vai servir como matéria probatória do crime”, explicou Manuel Halaiwa, ao assegurar que o detido será presente ao Ministério Público, para responsabilização criminal, enquanto diligências prosseguem no sentido da captura dos comparsas foragidos.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade