Sociedade

Detido o homem que lançou granada

André da Costa

Jornalista

A Polícia Nacional em Luanda já deteve o homem que, na última segunda-feira (11), lançou uma granada no interior do Hospital dos Cajueiros, causando ferimentos ligeiros a cinco pessoas.

12/10/2021  Última atualização 12H07
Estruturas do hospital sofreram alguns danos © Fotografia por: DR
O director do Hospital dos Cajueiros,  Daniel Café, disse que a explosão do engenho danificou os vidros
e paredes dos compartimentos da área de triagem.

 
Sublinhou que o homem pretendia matar a esposa que funciona naquela unidade hospitalar da capital do país, mas, impedido de aceder ao interior do hospital pelo corpo de segurança  lançou a granada dentro do hospital, causando
cinco feridos.

As vítimas que receberam tratamento imediato na sala de pequenas cirurgias já  tiveram alta. O porta-voz
da Polícia em Luanda, superintendente Nestor Goubel, disse que a corporação tomou conhecimento do crime por volta das 18 horas.

Entretanto, durante o final de semana, a corporação deteve 145 cidadãos implicados em crimes diversos, apreendeu nove armas de fogo e recuperou uma viatura de marca Yundai. Nestor Goubel explicou que o terminal 113 recebeu 707 solicitações de intervenção policial em diversos municípios da cidade capital.

O Serviço de Protecção Civil e Bombeiros registou cinco mortes por queimaduras e três afogamentos, durante
o final de semana, informou o porta-voz nacional, intendente Félix Domingos.

O responsável esclareceu que as queimaduras resultaram de um incêndio devido à  gasolina que vazou após colisão de um camião-cisterna e uma motorizada. O caso que teve lugar no último final de semana no município
de  Bocoio (Benguela) provocou ainda a destruição de um mercado. Félix Domingos disse que foram ainda registados 22 incêndios dos quais seis em Luanda, três em Malanje e igual número em Cabinda. Acrescentou que foram desencravados seis elevadores e desbloqueadas quatro portas. No Cuanza-Norte, disse, 61 residências desabaram devido à chuva.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade