Sociedade

Detido acusado de violar suposta filha de dez anos

Lourenço Bule | Menongue

Jornalista

Um cidadão, de 43 anos, cujo nome não foi identificado, está detido pela Polícia Nacional, na província do Cuando Cubango, por acusação de ter raptado, mantido em cativeiro e estuprado, desde 2019, uma menor de dez anos, que o mesmo alega ser sua própria filha.

18/07/2021  Última atualização 05H00
© Fotografia por: DR
O homem foi detido na semana finda, na localidade do Luassingua, município do Cuito Cuanavale, depois de uma denúncia de vizinhos, que constataram que a criança tinha sido retirada dos cuidados da mãe à força e era, consequentemente, abusada sexualmente.

O porta-voz da Polícia Nacional, no Cuando Cubango, superintendente-chefe António Maria, revelou que o homem acusado residia com a menor, há dois anos, desde que a raptou para Luassingua, uma localidade que dista 360 quilómetros de Mavinga.


António Maria salientou que exames médicos feitos numa das unidades sanitárias de Menongue confirmam que a menina era regularmente abusada sexualmente.

"Ele afirma que a menor é sua filha e a retirou dos cuidados da mãe, por causa de um divórcio litigioso”, avançou o porta-voz da Polícia Nacional ao confirmar que o suspeito já foi presente ao Ministério Público.


Explicou ainda este é o primeiro caso que a Polícia Nacional do Cuando Cubango regista neste ano. Nos próximos dias, uma delegação composta por efectivos da corporação e de outros órgãos afins vai deslocar-se ao município de Mavinga, para entregar a menor à guarda dos seus familiares.


António Maria adiantou que enquanto a entrega não acontecer, a criança vai continuar sob cuidados do Instituto Nacional da Criança (INAC), onde, além de um abrigo e alimentação, está a receber acompanhamento médico e psicológico.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade