Sociedade

Detida rede que roubava carros em Luanda para vender no Zaire

Uma rede de 12 elementos, com idades entre 27 e 32 anos, que roubava viaturas em Lu- anda e vendia na província do Zaire, foi detida recentemente pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC) de Luanda, soube o Jornal de Angola.

24/07/2019  Última atualização 18H20
Edições Novembro © Fotografia por: Rede de malfeitores está a contas coma Justiça devendo responder pelos crimes cometidos

O porta-voz do Serviço de Investigação Criminal de Luanda, superintendente Fernando de Carvalho, disse que as viaturas foram roubadas entre 2016 até à data presente, em vários bairros dos municípios de Cacuaco e Viana.
Entre as viaturas roubadas constam Toyota, modelos Fortuner, Hiace e Hilux, Kia, modelo Sorento, bem como um Mitsubish-Canter, roubadas nos bairros da Ecocampo e Malueca, em Cacuaco, Candua e Pau Grande, no Cazenga.
O SIC deteve os malfeitores nos dias 18 e 19 deste mês, depois de terem roubado no passado dia 16, por volta das 5 horas da manhã, uma viatura Toyota Hilux, no bairro Paraíso, município de Cacuaco.
Depois de roubadas, as viaturas eram transportadas por via terrestre para a província do Zaire, onde eram comercializadas a preços irrisórios, de acordo com a marca e modelo.
Para concretizar os roubos, os marginais usavam viaturas de marcas Toyota, modelo Starlet, e Kia, modelo Rio, sob ameaça de armas de fogo do tipo AKM, e duas motorizadas de marca Lingkeng.
Fernando de Carvalho disse que o mesmo grupo é ainda acusado de roubar sete motorizadas de marca Lingkeng na zona da Estalagem, que foram comercializadas na mesma zona e eram usadas como mototáxi.
Para concretizar os roubos, os marginais usavam armas de fogo, simulando serem passageiros e ao longo do caminho recebiam as motorizadas. Fernando de Carvalho explicou que dos 12 meliantes detidos, três já estiveram nas celas do SIC, por roubo de viatura, posse ilegal de arma de fogo e burla entre 2016 e 2018.
Um dos meliantes chegou a ser condenado no dia 9 de Dezembro de 2016, pelo Tribunal Provincial de Luanda, a dois anos de prisão maior, por crime de posse ilegal de arma de fogo, tendo cumprido pena e restituído à liberdade no ano passado.
O SIC desmantelou parcialmente outro grupo de marginais de 17 e 19 anos, com- posto por oito elementos, dos quais cinco já detidos, acusados de roubo em cantinas em vários bairros do município de Viana, com recurso a armas de fogo, facas e catanas.
Este grupo foi detido no dia 20 deste mês, quando assaltava uma cantina no bairro da Paz, no Distrito Urbano do Kikuxi. De acordo com o SIC, este grupo são autores confessos de roubo em residências, viaturas, motorizadas, assaltos na via pública, em Viana.
O SIC deteve dois indivíduos de 30 e 32 anos de idade, no bairro Bita Progresso, por serem supostos autores de roubos a cidadãos estrangeiros, na zona do Mártires de Kifangondo, Capalanga e em armazéns no Bairro Kalawenda, nos arredores do Papá Simão.
Os indivíduos são ainda autores confessos de roubos a cidadãos nacionais e estrangeiros na centralidade do Kilamba, roubo de viatura e motorizadas e uma pistola no bairro do Talatona.
O SIC apreendeu dez armas de fogo, sendo sete AKM, uma caçadeira, e duas pistolas, seis viaturas de várias marcas e modelos, electrodomésticos, telemóveis, bens alimentares roubados no interior de várias cantinas.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade