Política

João Caholo promete reestruturar secretariado

O candidato a secretário executivo da Conferência Internacional para a Região dos Grandes Lagos (CIRGL), João Caholo, prometeu reestruturar o secretariado, caso seja confirmado no cargo pelos Chefes de Estado da região.

09/11/2020  Última atualização 09H27
Candidato a secretário executivo foi indicado por consenso © Fotografia por: Kindala Manuel| Edições Novembro
"Vou tentar reestruturar o secretariado, como órgão técnico de apoio ao Comité Regional Interministerial, que é o órgão executivo da  Conferência Internacional para a Região dos Grandes Lagos”, disse o diplomata angolano, em declarações à Rádio Nacional.
Os ministros do Comité Regional Inter-Ministerial da Conferência Internacional sobre a Região dos Grandes Lagos aprovaram, no sábado, por consenso, a candidatura de João Caholo para o posto de secretário executivo da organização regional.

A indicação aconteceu durante a VIII reunião virtual Inter-Ministerial, que decorreu a partir de Brazzaville (Congo). "Foi com muita honra e sentido de missão que aceitei, em nome de Angola, ser o próximo secretário executivo da Conferência Internacional para a Região dos Grandes Lagos”, sublinhou.

Segundo João Caholo, a região dos Grandes Lagos tem grande potencial e é um dos centros de cruzamento das várias culturas afronilóticas que habitam aquele espaço.
Reconheceu ser uma re-gião que tem testemunhado grandes conflitos de apátridas, conflitos de migrações e de violações de Direitos Hu-manos. Mas prometeu enfrentar os desafios que têm a ver com  a estabilidade política, militar e sócio-económica da sub-região e criar as bases para uma integração económica regional.

Após a validação da candidatura angolana, a proposta será submetida à apreciação e aprovação dos Chefes de Estado e de Governo, que se reúnem no dia 20.

O ministro das Relações Exteriores, Téte António, en-cabeçou a delegação angolana à referida reunião, da qual participou, também, o ministro da Defesa Nacional e Veteranos da Pátria, João Ernesto dos Santos, o secretário de Estado para a Defesa Nacional, José de Lima, a se-cretária de Estado para as Relações Exteriores, Esmeralda Mendonça, entre outros altos funcionários de departamentos ministeriais.

João Samuel Caholo, 64 anos, nasceu no dia 10 de Julho de 1956, na cidade do Luena, província do Moxico. É geólogo de formação e serve a diplomacia angolana há mais de 20 anos.


Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política