Política

Tribunal continua a ouvir testemunhas da defesa

O Supremo Tribunal Militar continua a ouvir hoje, em julgamento, as testemunhas arroladas no processo pela defesa do general José Maria, que está a ser acusado da prática dos crimes de extravio de documentos, aparelhos ou objectos que contêm informações de carácter militar e de insubordinação.

08/10/2019  Última atualização 08H26
João Gomes

Os advogados de defesa arrolaram no processo 16 testemunhas e já foram ouvidos quatro jornalistas. Na sessão de hoje está prevista a audição ao deputado Higino Carneiro. Uma fonte do Supremo Tribunal Militar disse , ao Jornal de Angola, que foram também arroladas no processo como testemunhas da defesa os de-putados do MPLA Roberto Leal Monteiro “Ngongo”, França Ndalu, Salomão Xirimbimbi e João Pinto. 

O Ministério Público deve ainda esclarecer a defesa do general José Maria sobre um documento, designado “Informação especial”, datado de 13 de Fevereiro de 2019, enviado ao Presidente da República, João Lourenço.
Em tribunal, o advogado Sérgio Raimundo disse que o documento, embora tenha sido endereçado ao Comandante-Chefe das FAA, não consta no processo de registo de entrada do Gabinete do Presidente da República. O documento deu entrada na Procuradoria Militar no dia 12 de Fevereiro.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política