Sociedade

Construção do Cinfotec no Huambo arranca em 2020

A construção das instalações do Centro Integrado de Formação Tecnológica (Cinfotec), na província do Huambo, uma doação do Governo da China, avaliado em 28 milhões de dólares, está marcada para Janeiro de 2020, anunciou ontem, naquela cidade do Planalto Central, o secretário de Estado da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social, Manuel de Jesus Moreira.

20/09/2019  Última atualização 09H26
Contreiras Pipa | Edições Novembro © Fotografia por: O centro vai proporcionar a formação técnico-profissional

Com a duração de dois anos, a infra-estrutura será erguida num espaço de 6.531.17 metros quadrados, para albergar 28 laboratórios, oficinas de electrónica, mecânica, electricidade, oficinas de material agrícola, campos-polidesportivos, salas de equipamento e áreas administrativas.
O centro, cuja missão é proporcionar formação profissional e gerar emprego a jovens e adultos, terá disponível mais de 30 cursos em diversas áreas, devendo albergar 777 formandos em cada período de formação.
O secretário de Estado da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social deu a conhecer que foram enviados à China vários quadros que vão, posteriormente, transmitir conhecimentos no Cinfotec do Huambo, um centro com carácter regional, a julgar pela capacidade instalada.
Manuel Pimentel, membro da unidade técnica de apoio à implementação do projecto Cinfotec, fez saber que o programa é ambicioso, para à cidade do Huambo, devido a sua localização geográfica e infra-estrutura capaz de acolher formandos das demais províncias da região do centro do país, para a capacitação profissional.
“Queremos que o Huambo, sendo uma cidade académica, retome e aumente a sua capacidade e qualidade de formação profissional, com as novas tecnologias de informação, mecatrónica e de produção”, disse Manuel Pimentel.
A implantação do projecto de construção do Cinfotec do Huambo, disse Manuel Pimentel, passou por várias negociações até a sua elaboração, que data desde o mandato do anterior Governo, em 2017, tendo sido efectivado recentemente, através de novos acordos com a China.
O Cinfotec do Huambo é o terceiro no país, depois de Talatona e Rangel, na província de Luanda.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade