Política

Destacado empenho no combate à seca

André Sibi

Jornalista

O secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros e Cooperação de Portugal, Francisco André, reconheceu, esta terça-feira, em Luanda, o empenho do Governo no combate aos efeitos da fome e da seca no Sul do país, onde as acções para reduzir os efeitos já são visíveis.

11/05/2022  Última atualização 07H55
© Fotografia por: DR

Francisco André, que falava à imprensa, durante o balanço da visita de trabalho que efectuou ao nosso país, disse que "as autoridades têm dado uma grande resposta aos problemas de combate à seca, com a construção de infra-estruturas e  implementação de projectos como o destinado para o Fortalecimento da Resiliência, Segurança Alimentar e Nutricional (FRASAN) nas províncias da Huíla e Namibe.

De acordo com o diplomata português, até à presente data o projecto já formou mais de 10 mil agricultores em matéria de produção alimentar, resiliência e reforço das capacidades no domínio da produção agrária.

O projecto de Fortalecimento da Resiliência, Segurança Alimentar e Nutricional (FRASAN), em curso nas províncias da Huíla e Namibe, permitiu, igualmente, vacinar cerca de 1.600 cabeças de gado na região Sul do país.

Francisco André disse, ainda, que a visita permitiu passar em revista as relações entre os dois Estados, bem como a realização da conferência preparatória da "Conferência sobre os Oceanos e Mares", a ter lugar em Lisboa, uma realização conjunta entre Portugal e Quénia.

A visita ao país permitiu, igualmente, discutir com as autoridades angolanas matérias do Sector da Saúde, Educação, Agricultura e combate à pandemia da Covid-19.

 

 

 

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política