Política

Destacada importância da preservação da paz

O ministro de Estado e Chefe da Casa Militar do Presidente da República, Francisco Pereira Furtado, reafirmou, em Cabinda, a necessidade da preservação da paz, alcançada com muito suor pelos angolanos. O governante fez estas declarações, terça-feira, na cerimónia de entrega de 34 viaturas e 35 motorizadas para a Região Militar Cabinda (RMC), no âmbito do processo de modernização das unidades e subunidades.

30/06/2022  Última atualização 09H30
Francisco Pereira Furtado © Fotografia por: Edições Novembro

Citado pela Angop, referiu que o equipamento vai permitir que a Região Militar Cabinda seja mais segura para as missões de patrulhamento, busca, desembarque e apoio logístico às unidades.

Deu ainda a conhecer que outros meios serão entregues, brevemente, com o lançamento da Unidade de Reacção e Patrulhamento da Polícia Nacional, assim como a entrega de meios a outros órgãos. Com isso, explicou, dá-se início ao processo de melhoria da criação de condições para as tropas e efectivos da Polícia Nacional (PN).

Apelou aos efectivos da RMC para o cumprimento, com zelo e dedicação, das tarefas da defesa nacional, bem como as missões patrióticas de manter a inviolabilidade das fronteiras e a soberania do solo pátrio antes, durante e depois das eleições gerais, que vão acontecer a 24 de Agosto próximo.

Para o ministro do Estado e chefe da Casa Militar do Presidente da República, as eleições significam paz, estabilidade, liberdade e consolidação da democracia.

Francisco Furtado fez-se acompanhar à cidade de Cabinda do ministro da Defesa Nacional e Veteranos da Pátria, João Ernesto dos Santos, do chefe do Estado Maior General das FAA, António Egídio de Sousa e Santos, e do segundo comandante-geral da Polícia Nacional, António Pedro Kandela. Na ocasião, o governador da província, Marcos Nhunga, disse que, com o reforço de meios aos efectivos da Região Militar Cabinda, vai permitir que as acções de manutenção da paz na região sejam redobradas.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política