Sociedade

Desactivadas 67 armadilhas em Cangandala

Sessenta e sete armadilhas, montadas por caçadores furtivos, foram desactivadas, no Parque Nacional de Cangandala, em Malanje, de Janeiro a Maio do corrente ano.

07/06/2021  Última atualização 10H26
© Fotografia por: DR
A informação foi prestada sábado pelo administrador do parque, Victor Paca, durante uma excursão ecológica, promovida pelo Ga-binete Provincial do Ambiente, Gestão de Resíduos e Serviços Comunitários, em alusão ao Dia Mundial do Ambiente, assinalado no mesmo dia.
Em igual período de 2020, foram encontradas 200 armadilhas, cuja utilização pelos caçadores furtivos continua a preocupar as autoridades locais.
Segundo Victor Paca, a caça furtiva e as queimadas anárquicas são práticas recorrentes no Parque Nacional de Cangandala, sobretudo entre os meses de Julho e Setembro, colocando em risco a vida animal e vegetal, pelo que têm intensificado a sensibilização dos caçadores e das comunidades circunvizinhas, para se inverter o actual quadro.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade