Política

Delegados de listas começam a ser credenciados na Huíla

Domingos Mucuta | Lubango

Jornalista

Os delegados de listas dos partidos políticos concorrentes às Eleições Gerais de 24 de Agosto começaram a ser credenciados, ontem, pela Comissão Provincial Eleitoral da Huíla.

10/08/2022  Última atualização 06H20
© Fotografia por: DR

O acto simbólico de entrega de credenciamento dos representantes dos partidos políticos nas assembleias de voto, realizado no Lubango, foi orientado pelo presidente da Comissão Provincial Eleitoral, Dionísio Epalanca. 

O porta-voz da Comissão Provincial Eleitoral da Huíla, Longa Paquete, sublinhou que o credenciamento dos delegados é uma das tarefas legais da Comissão Nacional Eleitoral (CNE) 

"Este momento marca o cumprimento do pressuposto legal para a entrega de listas de identificação e respectivas credenciais aos representantes dos partidos políticos concorrentes”, disse.

Dionísio Epalanca sublinhou a importância deste passo importante para  assegurar que partidos concorrentes tenham oportunidade de fiscalizar os actos eleitorais. Disse que esta tarefa é partilhada entre a Comissão Nacional Eleitoral e os partidos concorrentes às Eleições Gerais, para testemunhar todos os actos materiais a decorrer nas mesas e assembleias de votos. "Com este acto estamos a garantir que os dos representes de partidos políticos  possam testemunhar o processo de votação”, afirmou o presidente da Comissão Provincial Eleitoral. 

Realçou que os delegados de listas de cada partido vão levar uma cópia das actas sínteses resultantes de dados consolidados dos actos praticados nas diferentes mesas de voto.

"Este delegados poderão ter uma noção dos resultados que serão anunciados a posterior pela Comissão Nacional Eleitoral em Luanda", referiu. 

A Comissão Provincial Eleitoral estima que o processo de credenciamento abranja cerca de 2429 delegados.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política