Opinião

Deixa ainda te contar...

Augusto Cuteta

Jornalista

Bonjour, monami. Então, filho, como estão tu e a minha nora parisiense? Nós ‘inda aqui vamo que não vai. A tua irmã já regressou do estrangeiro. Tô sobrinho veio ‘inda passar esses dias aqui em casa. Já não tem medo de passear e perder o estatuto de filho da mãe dele. Também, no governo, já não ‘stão a exonerar mais.

23/04/2022  Última atualização 17H56

Então, tô te enviar esse áudio e a esquecer de mandar um abraço p’ro nosso Macronzinho e sua mamoite! Nesse momento, embora esteja com certa vantagem sobre a sua adversária nas eleições p’ra conseguir mais um mandato à frente dos destinos de França, ele precisa da oração, do apoio dos amigos. Não sou francês, mô filho, mas sou fã daquele menino. Ele, além de jovem presidente, me encanta pela forma como demonstra sem medo da discriminação e das más línguas de que o amor não tem idade. Ama velhote de verdade. Isso me deixa orgulhoso dele.

Mano, nunca te contei essa história, acho. Sabe que quando fui p’ra vida militar, muito jovem, tinha só 17 anos, a moça que andava comigo,  quando voltei depois de dez anos nas matas, lhe encontrei não ‘stá mais comigo. Manteu outro homem, porque pensou que eu tinha morrido na guerra! Mulher, também, não lhes entendo, às vezes. Mesmo com as cartas que lhe escrevia? Ou ela achava que era um defunto que lhe declarava amor contínuo e que morria de saudade dela?

Se essa menina me esperasse, tua mãe não seria a tua mãe. Seria outra mãe. Mas, ala possa, como tua mãe seria outra mãe, se esse filho não seria você! Acho que nem existirias, até! Mas, nome do nené seria mesmo o teu. É nome que sempre quis dar a um dos meus filhos. João. É nome do apóstolo amado de Cristo. A minha nora te chama como? Joan ou Djoni? E Deus só me deu mesmo dois filhos. Tua mãe, que era mulher de verdade, desde o namoro, só queria dois. E essa posição dela era firme. Tinha uma só palavra! Tua mãe não era como alguns políticos de hoje, que dormem num partido e amanhã acordam noutro. Ou como os desportistas que trocam de clube como se estivessem a trocar de roupas! Ela mesmo, primeiro e último homem da vida dela sou eu. Me meteu mesmo já no coração, até à morte.

Mas, pronto, se hoje o Macronzinho vencer as eleições, lhe dá môs cumprimentos. E lhe deixa claro que deve olhar mais p’ro migrantes. Ele também sabe do grande papel que os estrangeiros, principalmente, os africanos desempenham no país, desde o desporto a outras áreas. Por isso, nesse mandato, espero que ele dê mais oportunidades aos migrantes.

Mas, ‘stou aqui a te dar recados p’ro nosso Macronzinho como se terias uma audiência com ele, quando preciso de te contar as coisas daqui da nossa Angola. Mano, como sabes, aqui, também, vamos realizar eleições. Os candidatos dos considerados os grandes partidos históricos, tirando o MPLA, serão outros. A UNITA e a FNLA vão ser representados por novos líderes. A CASA-CE, que era do Miau, também tem novo rosto. O PDP-ANA e PRS ‘stão a vir, mas sem a mesma força do outro tempo. Além desses, tem partidos e grupos políticos novos. Jovens dissidentes de partidos formaram seus próprios partidos e líderes de certos partidos que querem tirar o poder ao MPLA se juntaram e formaram uma Frente Patriótica Unida, além da existência de uns blocos partidários.

Mas, mô filho, ‘stás a me deixar falar de coisas da Política p’ro causa de quê? Já te disse que não quero mais falar disso! Deixa ‘mbora te falar da chuva, que anda a destruir casas, arruinar as obras de impacto social, deixar intransitável as ruas, matar gente, criar engarrafamentos. Mas, também, a ajudar na agricultura e a acabar com seca no Sul.

Deixa ‘inda te contar dos 50 milhões de dólares apanhados com o militar alheio, que queria ir no estrangeiro com os supostos milhões que falaram agora são falsos. Agora, nos bairros ‘stão a pedir que se queime o dinheiro em programa em directo da televisão! Deixa ‘inda te contar dos exames nacionais nas escolas, quando cada programa curricular da mesma disciplina é diferente da outra!

Deixamos ‘inda as coisas da Política p’ra te contar do Petro que ‘stá dar cargas no basquetebol e no futebol africano. Ou te conto do menino Bruno Fernando que ‘stá conseguir bons resultados no basquetebol americano? Falando em americano, sabe, mô filho, cantor de Hip Hop das Américas veio aqui, cantou no "plaibequi” dele e lhe deram seus milhões. Pai, antes de ir embora, foi nos becos pobres e podres do Prenda e, além de conversar e abraçar os moradores, distribuiu dinheiro.

Mano, como tenho de ir fazer a medicação, deixa te contar só já dos extintores de incêndio nas viaturas que serão obrigatórios. É uma nova oportunidade de se fazer kumbu. Mô filho, o que achas? Mas, deixa te contar só já dos casos de criminalidade que continuam a dar que falar. Se não é mais velho sem juízo que violou criança é marido que matou a mulher. Ora é mãe que mata e enterra filho no quintal, ora são gatunos que roubam bancos, matam gente e enfrentam, no tiroteio, a Polícia.

Mas, deixa te contar, também, que a Universal voltou a fazer confusão, porque quer abrir os templos fechados. Alguns de seus líderes andam a agitar os fiéis p’ra organizar arruaças. Até querem processar o David Mendes, por lhes falar uma coisas. Esse David, também, ‘stá se arranjar makas. Os do Cunene andam chateados com ele, p’ro lhes chamar indígenas. Já na Católica, os bispos, recebidos pelo Presidente, apelaram p’ra harmonia entre os governantes e governados, numa altura em que se aproximam as eleições.

Mano, vou ‘inda ir tomar os medicamentos. Mas, deixa de te contar que o novo aeroporto de Luanda vai ficar tipo nas europas. Enquanto isso, não esquece de me avisar se estiver a vir aqui, p’ra eu ir espreitar ‘inda no aeroporto se tem luz.

Pronto, um beijo do teu velho que te ama muito.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Opinião