Sociedade

David Mendes apresenta queixa contra ex-líder da IURD

O advogado David Mendes disse, esta quinta-feira, 25, que moveu um processo-crime contra o ex-líder da IURD em Angola, Honorilton Gonçalves, que deu entrada quarta-feira, devendo a polícia competente pronunciar-se nos próximos tempos.

25/11/2021  Última atualização 21H54
© Fotografia por: DR

Em causa está um incidente registado no dia do arranque do julgamento que envolve elementos da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) em Angola, cuja terceira sessão decorreu hoje no Tribunal Provincial de Luanda ("Palácio Dona Ana Joaquina”), no qual o advogado de acusação acusou o arguido de o ter ofendido, situação que reportou ao tribunal, tendo o juiz aconselhado que caso achasse conveniente apresentasse queixa à polícia.

Naquele dia, em declarações à imprensa, o advogado chegou a afirmar que o arguido "teve sorte, porque fugiu”, senão poderia ter-lhe dado "uma bofetada” na hora, garantindo que iria abrir um processo contra o bispo, alegando que este não pode ofender as pessoas.

"Não é porque é brasileiro que chega aqui e pode fazer o que quer. Chamou-me de criminoso”, disse, frisando que este é um comportamento de "falsos profetas”.

Em sua defesa, o arguido, em declarações à Lusa, disse que tinha havido um mal-entendido, porque o que disse ao advogado é que não era um criminoso, quando o foi cumprimentar.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade