Coronavírus

Cunene e Lunda-Norte superam Luanda em número de casos diários

Xavier António

Jornalista

As províncias do Cunene e Lunda-Norte voltaram a superar, ontem, Luanda, no número de infecções diárias, num dia em que mais quatro pessoas morreram vítimas de Covid-19 e 189 recuperaram da doença.

23/07/2021  Última atualização 07H00
© Fotografia por: DR
O boletim do Ministério da Saúde indica que, dos 178 casos registados ontem, 42 foram notificados no Cunene, 38 na Lunda-Norte, 37 em Luanda, 24 em Benguela, 20 no Moxico, sete no Namibe, quatro na Huíla, um no Uíge e igual número nas províncias do Bié, Malanje, Lunda-Sul, Cuanza-Norte e Cabinda.

Na última segunda-feira, 19 de Julho, Cunene registou 42 casos positivos, enquanto  Luanda reportou 11 infecções. Já na terça-feira, 20 de Julho, Lunda-Norte notificou 71 infecções e Luanda registou 24 casos.

Relativamente às mortes registadas ontem, duas ocorreram no Cunene e igual número no Moxico e as vítimas tinham idades entre 31 e 84 anos.Em relação aos 189 doentes recuperados, diz o documento, têm idades entre 1 e 87 anos, dos quais 90 em Luanda, 32 na Huíla, 30 no Huambo, 17 no Cunene, 14 no Uíge, cinco em Malanje e um na Lunda-Sul.

Ainda ontem, os laboratórios realizaram 3.024 testes por RT-PCR, contabilizando, até à data, um total de 787.176 amostras processadas, o que corresponde a uma taxa de positividade de 5.3%.

As autoridades sanitárias testaram um total de 405 cidadãos nos pontos de entrada e saída da província de Luanda. Nesta altura, o gráfico epidemiológico da pandemia no país aponta para um cumulativo de 41.405 infecções desde o início da pandemia, em Março do ano passado, das quais 35.082 recuperados, 977 mortes, 5.346 casos activos.

A Direcção Nacional de Saúde Pública esclarece que do total de activos existem três pacientes em estado crítico, sete graves, 81 moderados, 41 leves e 5. 214 assintomáticos.

Nas unidades de tratamento da doença a nível do país estão internados 132 pacientes. A quarentena institucional controla 148 pessoas e 2.586 contactos estão sob vigilância epidemiológica.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Coronavírus