Regiões

Cuanza-Norte tem disponíveis mais quatro mil vagas no ensino superior

André Brandão| Ndalatando

O Cuanza-Norte tem disponíveis, para o ano académico 2022/2023, mais de 4.000 vagas, divididas entre o Instituto Superior Politécnico de Ndalatando, a Escola Superior Pedagógica e o pólo do Instituto Superior Politécnico Internacional de Angola (ISIA), este último a ser inaugurado nos próximos dias.

02/09/2022  Última atualização 08H30
Preparativos para o arranque do ano lectivo continuam a ser o foco das instituições académicas © Fotografia por: DR

O vice-presidente para os Assuntos Académicos do Instituto Superior Politécnico de Ndalatando, Lucas Piedade Cassinda, informou que, para este ano escolar, têm disponíveis 630 vagas, para 1.469 candidatos inscritos.

Das 630 vagas, acrescentou, 450 estão disponíveis nos cursos de Administração Pública, Contabilidade de Gestão, Electrotecnia, Informática de Gestão, Análises Clínicas e Saúde Pública. Este ano, disse, receberam a aprovação do Ministério do Ensino Superior para abrirem os cursos de Direito e Enfermagem, com 90 vagas cada.

Por razões técnicas, explicou, os dois novos cursos ainda não estão a receber candidatos para os exames de admissão. "É preciso antes organizar algumas questões administrativas”, justificou.

Inaugurada em 2011 como Escola Superior Politécnica do Cuanza-Norte, afecta à Universidade Kimpa Vita, com sede na província do Uíge, desde 2020 evoluiu para Instituto Superior Politécnico de Ndalatando, com autonomia própria e incluída no grupo das instituições de referência neste nível de ensino do país.

O Instituto Superior Politécnico Internacional de Angola (ISIA), instalado este ano em Ndalatando, tem, inicialmente, três mil vagas disponíveis, para os cursos de Engenharias (Civil, Informática, Electrotecnia e Telecomunicações, Mecânica e Arquitectura), assim como de Ciências de Saúde (Análises Clínicas e Saúde Pública, Farmacêuticas, Enfermagem, Fisioterapia e Medicina Dentária).

Além destes cursos, estão também inclusos na área das Ciências Sociais e Humanas, os estudos ligados à Ciência Política e Relações Internacionais, Comunicação Social e Imagem, Gestão de Administração de Empresas, Gestão Bancária e Seguro, Gestão de Recursos Humanos e Marketing, Ensino Primário, Psicologia e Direito.

O director administrativo do ISIA no Cuanza-Norte, António Neto Rodrigues, disse que este ano vão arrancar com 27 salas de aulas. A propina mensal varia dos 27 mil aos 32 mil kwanzas. "Até agora já temos 1.800 alunos inscritos e os testes começam no dia 7 de Outubro”, informou, além de acrescer que estão a admitir docentes, desde que tenham mestrado ou licenciatura, com uma média a partir de 15 valores.

A Escola Superior Pedagógica do Cuanza-Norte, tem disponíveis, para este ano, 695 lugares, nos cursos de Línguas, Educador de Infância, Matemática, Física, Química e Biologia.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Regiões