Sociedade

Cuanza-Norte soma e segue com novos casos da Covid-19

Os quatro novos casos positivos da Covid-19 no Cuanza-Norte, anunciados sexta-feira pelo secretário de Estado da Saúde, Franco Mufinda, são todos angolanos do sexo masculino, com idades compreendidas entre 39 e 52 anos e residentes nos bairros Boavista, Hoji-ya-Henda, Catome de Cima e de Baixo, revelou a directora do Gabinete Provincial da Saúde.

28/06/2020  Última atualização 15H34
DR

Filomena Wilson disse que os doentes estão clinicamente estáveis e sob controlo das autoridades sanitárias. “Os pacientes estão a ser acompanhados nos centros de tratamento. Estamos a trabalhar para os acomodar melhor e, principalmente, a investigar o risco epidemiológico dos contactos destes bairros”, disse.

Nesta altura, referiu, já foi feita a colheita de 1.841 amostras, enviadas para testes no laboratório do Instituto Nacional de Investigação em Saúde, em Luanda. Filomena Wilson acrescentou que 61 cidadãos estão em quarentena institucional e 1.600 famílias foram cadastradas nos bairros sob cerca sanitária, designadamente, Sambizanga, Posse e rua dos Índios.

A directora do Gabinete Provincial da Saúde explicou que depois de uma avaliação social feita no bairro Kipata, onde foi diagnosticado um caso positivo da Covid-19, não há necessidade de ser colocada uma cerca sanitária. “Primeiro, há necessidade de se trabalhar com a população para se evitar males maiores”, disse.

Filomena Wilson lembrou que os três primeiros casos registados no Cuanza-Norte foram contaminados em Luanda. Um deles, morador no bairro Sambizanga, acrescentou, transmitiu a doença ao cidadão angolano, que lhe presta serviço, residente no bairro Posse. A província do Cuanza-Norte tem agora nove casos, oito activos e um óbito.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade