Política

Cuanza-Norte convida empresários namibianos

Manuel Fontoura | Ndalatando

Jornalista

O governador do Cuanza-Norte, Adriano Mendes de Carvalho, convidou, ontem, em Ndalatando, os empresários namibianos a investirem e se fixarem na região.

16/06/2021  Última atualização 06H15
Embaixador efectua visita à província do Cuanza-Norte © Fotografia por: Nilo Mateus | Edições Novembro
Num encontro com o embaixador da Namíbia em Angola, Patrick Nandago, Adriano Mendes de Carvalho garantiu que o Governo está cada vez mais empenhado em criar condições para que o sector privado local e estrangeiro assuma o papel de motor do crescimento económico da província.

Pediu ainda que os homens de negócios  namibianos confiem no trabalho do Executivo em várias áreas que  ajudam a melhorar o ambiente de negócio e facilitar o trabalho do empresariado.
Patrick Nandago disse que a  Namíbia indicou o angolano  Leonel da Rocha Pinto como cônsul honorário, que será responsável pela promoção dos sectores económicos já identificados  nas províncias do Cuanza-Norte, Cuanza-Sul e Malanje.

Explicou que o objectivo  do cônsul honorário é promover o comércio e investimento nessas regiões para que  haja maior visibilidade na venda de produtos angolanos na Namíbia e vice-versa.

O diplomata  afirmou que o nível de comércio entre Angola e Namíbia baixou devido ao impacto da  Covid-19. Referiu que em Angola já existem empresários namibianos a trabalharem nas áreas de minas, pescas e outras. "Agora queremos ver os nossos empresários obviamente virados para os sectores Agrícola, Pecuária e Turismo”, disse.

O cônsul  Leonel da Rocha Pinto afirmou que o seu trabalho será desenvolvido no âmbito da Convenção de Viena, de 1963,  para relançar o comércio e a cultura.

Lembrou que  Angola e a Namíbia são dois países que historicamente têm muito que explorar e é preciso que a juventude compreenda o envolvimento de Angola na independência da Namíbia.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política