Regiões

Cuanza-Norte: Campanha de registo de nascimento supera as expectativas

Marcelo Manuel | Ndalatando

Jornalista

Mais de 63 mil cidadãos obtiveram pela primeira vez a Cédula de Nascimento na província do Cuanza-Norte, no âmbito do Programa de Registo Civil grátis, nas comunidades.

25/08/2021  Última atualização 15H36
© Fotografia por: DR

A informação foi prestada em Ndalatando, pela delegada do Ministério da Justiça e dos Direitos Humanos, Delfina Camulombo.

A responsável informou que no Cuanza-Norte o processo que termina no próximo ano, começou em Setembro de 2019.

Delfina Camulombo disse que o mecanismo foi criado com o propósito de permitir o cadastramento e identificação civil para maior número possível de indivíduos sem custos e esforços de deslocação para as cidades e vilas da região.

"As tecnologias usadas pelos brigadistas permitem a recepção da cédula e do assento de nascimento alguns minutos depois de a pessoa efectuar o registo”, afirmou.

Bilhete de Identidade

A responsável frisou que durante o período em referência até Julho passado, 51.849 cidadãos receberam, também, de forma gratuita e pela primeira vez o Bilhete de Identidade, 15 dias depois de ser tratado.

Esclareceu que os dados individuais de cada cidadão é colhido localmente e depois encaminhados para o Centro Nacional de Identificação, na zona de Camama, em Luanda.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Regiões