Sociedade

Cuando Cubango arrecada 25 toneladas de produtos

Weza Pascoal | Menongue

Jornalista

Pelo menos 25 toneladas de produtos diversos foram arrecadadas, até ontem, na província do Cuando Cubango, no âmbito da campanha “Abraço Solidário - Somos Angola”, que visa apoiar as pessoas afectadas pela seca, inundações e praga de gafanhotos no Sul do país.

21/06/2021  Última atualização 04H15
Foram doados diversos bens © Fotografia por: Contreiras Pipa | ediçoes novembro
Sábado, profissionais da Edições Novembro, Televisão Pública de Angola, Rádio Nacional de Angola, Angop, Angola Telecom e dos Correios de Angola trabalharam na recolha de donativos no mercado do bairro Paz, arredores de Menongue, onde foi possível recolher aproximadamente oito toneladas de bens diversos, sobretudo roupa.


O coordenador da campanha, Gaspar Jindanji, mostrou-se satisfeito com o grau de participação das vendedoras daquele mercado, que doaram um pouco daquilo que tinham, no sentido de ajudar as populações que necessitam de apoio urgente, para minimizar a crise alimentar severa que enfrentam. 


Gaspar Jindanji fez saber que, apesar do Cuando Cubango ser uma das províncias beneficiárias deste projecto que decorre em todo o país, os profissionais da Comunicação Social local não poderiam ficar de braços cruzados. "Vamos continuar a trabalhar na recolha de donativos. No próximo sábado vamos ao mercado do bairro Chivonde, onde, à semelhança do da Paz, vamos passar em todas as bancadas para sensibilizar mais pessoas”, disse.


Recordou que, na província, a campanha "Abraço Solidário - Somos Angola” teve início no princípio do mês de Maio, com a entrega de cinco toneladas de produtos diversos pelo Governo Provincial, sete toneladas pela empresa FranChicote, três pela Fundação Piedoso, duas pela União das Igrejas Evangélicas de Angola (UIEA) e igual número pela Igreja Católica, bem como de pessoas singulares. 


Apelou à sociedade no sentido de juntar-se a esta causa nobre, doando alimentos não perecíveis, roupa, calçado, medicamentos, material de construção, de higiene, limpeza e de biossegurança, para que a referida campanha atinja os objectivos preconizados. 


Milhares de famílias afectadas por calamidades  

No Cuando Cubango mais de 25 mil famílias dos municípios de Menongue, Cuchi, Mavinga, Dirico, Cuangar, Calai e Nancova foram afectadas pela seca, inundações e praga de gafanhotos, muitas das quais obrigadas a abandonar as suas zonas de origem, em busca de melhores condições de sobrevivência.


A campanha "Abraço Solidário - Somos Angola”, que termina no próximo dia 30, é uma iniciativa do Ministério das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade