Cultura

Criatividade de alunos em mostra no Camões

Mário Cohen

Jornalista

“Arte na Escola” é o título da exposição de pintura, dos alunos da Escola Portuguesa em Luanda (EPL), que está patente no Camões - Centro Cultural Português (CCPL), até o dia 30, com o objectivo de mostrar o potencial criativo dos autores.

18/06/2021  Última atualização 06H05
“Arte na Escola” está aberta ao público até o final deste mês © Fotografia por: Paulo Mulaza | Edições Novembro
A exposição, aberta na quarta-feira, reúne um conjunto de 81 obras, de acrílico sobre tela, e foi inaugurada pelo embaixador de Portugal em Angola, Pedro Pascoal e Costa, para quem a mostra é o resultado de um trabalho bem feito, produzido por alunos com muita imaginação criativa, "candidatos a futuros talentos das artes plásticas”.


Para a directora pedagógica da EPL, Helena Melo, a exposição colectiva deste ano é dedicada aos Oceanos, a Biodiversidade e a Preservação do Planeta. "Os alunos pré-escolares têm actividades artísticas com os respectivos educadores e aprendem a arte”.


As obras expostas no Camões, realçou, mostram a qualidade dos jovens talentos, "que mesmo com muito caminho a percorrer conseguem, a cada edição, evoluir bastante”. Para Helena Melo, é preciso continuar a apostar mais nestes estudantes. "Ficaram muitas obras para se expor”.
A edição deste ano, explicou, retoma o ciclo interrompido pela pandemia e inclui trabalhos de alunos do pré-escolar ao 9º ano, produzidos durante os últimos anos lectivo. A exposição, a 10ª, regressa com inovações, de acordo com Helena Melo.


"É o resultado de meses de trabalho, que resultam na apresentação de um projecto inovador, criado para estimular a produtividade e a criatividade dos alunos, através das artes, de uma forma muito profunda, capaz de suscitar neles o gosto por esta expressão artística, assim como despertar um interesse, desde cedo, na análise das mudanças sociais de cada geração”, defendeu.


A exposição fica aberta ao público das 9h00 às 17h00, de segunda a quinta-feira, e sexta-feira, das 9h00 às 13h00, com visitas presenciais limitadas a cinco pessoas em simultâneo, respeitando as regras de biossegurança.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Cultura