Sociedade

Crianças aprendem patinagem num plano de férias da Polícia

Mais de 80 crianças e adolescentes residentes na cidade do Kilamba e em bairros adjacentes recebem, desde quarta-feira, aulas de patinagem, que decorrem na escola “Morro do Moco”, situada na urbanização KK-5000, uma extensão daquela cidade.

12/01/2020  Última atualização 13H08
DR

De iniciativa do Comando Provincial de Luanda da Polícia Nacional, as aulas de patinagem, inseridas no projecto “A Nossa Esquadra”, e são realizadas no âmbito de um plano de férias escolares, que terminam a 31 deste mês.
A comandante da 52ª Esquadra da cidade do Kilamba, inspectora-chefe Goreth Fernando, disse que o plano de férias, designado “Polícia, Meu Kamba”, visa ocupar os tempos livres das crianças e dos adolescentes neste período sem aulas, mantendo-os “atarefados com várias actividades, como a patinagem, plantação de árvores e visitas a sítios de interesse histórico, com destaque para o Museu da Moeda”.
Goreth Fernando acentuou que a maior preocupação da corporação está relacionada com o facto de haver, no período de férias escolares, crianças expostas a perigos na via pública. “Muitas são atropeladas e algumas raptadas ou perdem-se”, adiantou a comandante Goreth Fernando.
Por esta razão, a 52ª Esquadra da Polícia da cidade do Kilamba elaborou o plano de férias não só para garantir a segurança das crianças para as manter entretidas em várias actividades lúdicas. “Deste leque de acções, algumas já foram realizadas, como a ida ao cinema e a plantação de árvores, uma actividade que as manteve em contacto com a natureza”, explicou a comandante Goreth Fernando.
“Na plantação de árvores, as crianças conseguiram ter maior noção da necessidade de preservação do ambiente”, declarou a comandante, para quem a educação ambiental deve ser transmitida às crianças para que, desde muito cedo, respeitem e cuidem da natureza.
A comandante frisou que o plano de férias é um de muitos planos que vão ser criados pelo Comando Provincial de Luanda da Polícia Nacional em período de férias escolares.
“Não queremos ficar por aqui”, salientou a comandante, admitindo a extensão da iniciativa a outros municípios da província de Luanda.

 

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade