Regiões

Crença em feitiçaria resulta em morte

Jaquelino Figueiredo | Mbanza Kongo

Jornalista

Um cidadão, de 59 anos, foi espancado até à morte, na terça-feira, no bairro Kilemos, na cidade de Mbanza Kongo, província do Zaire, após ter sido acusado de praticar feitiçaria, avançou, sábado, ao Jornal de Angola, a Polícia Nacional na região.

09/06/2024  Última atualização 08H32
Porta-voz do MININT no Zaire © Fotografia por: DR

A vítima, que respondia pelo nome de Pedro Kiaku, morador do bairro Kilemos, foi, de acordo com os relatos, espancado pelos vizinhos, por, supostamente, ter ensinado a prática de feitiçaria a uma menor.

O porta-voz da delegação provincial do Ministério do Interior no Zaire, Sérgio Afonso, contou, ao Jornal de Angola, que a acção foi praticada por parentes da menor. "É um homicídio qualificado”, explicou. Após o acto, referiu, a PN realizou diligências no bairro que resultaram na detenção de cinco cidadãos, entre os quais uma mulher, acusados de serem os principais autores do crime.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Regiões