Economia

Crédito inscrito no Prodesi viabiliza fábrica de alimentos

A Tutiangol, uma empresa da indústria alimentar instalada na Catumbela, aumentou a produção de 1.095 para mais de duas mil toneladas por ano, depois de absorver um financiamento de 350 milhões de kwanzas desembolsados pelo BAI no quadro do Programa de Apoio à Produção, Diversificação das Exportações e Substituição das Importações (Prodesi).

26/07/2020  Última atualização 14H29
DR © Fotografia por: Produção angolana está a dar passos titubiantes, mas seguros rumo á industrialização

Implantada no Pólo de Desenvolvimento Industrial da Catumbela (PDIC), a empresa tornou-se na primeira do ramo industrial de Benguela a beneficiar de financiamento do Prodesi, projectando modernizar quatro linhas de produção de molhos maionese, ketchup e mostarda, de acordo com a Angop.

Outros investimentos incidem sobre linhas de produção de biscoitos com matéria-prima importada e nacional como o jindungo do Dombe Grande, manga, abóbora, tomate e melão.

Com uma execução financeira de 58 por cento e física de 60 por cento, a empresa está em condições de acelerar os processos para que o BAI desbloqueie a segunda tranche, elevando o financiamento a 600 milhões de kwanzas.

O director do Gabinete de Desenvolvimento Económico Integrado de Benguela, Samuel Quinda, considerou que a modernização e o aumento da produção da Tutiangol provam que os investimentos do Prodesi podem impulsionar a economia da província.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Economia