Economia

Crédito à economia real sobe para mais de 500 mil milhões de kwanzas

Jornal de Angola

Jornalista

O crédito concedido à economia real ultrapassou os 500 mil milhões de kwanzas, de acordo com uma informação divulgada nesta quarta-feira (16), pelo Banco Nacional de Angola (BNA).

16/06/2021  Última atualização 18H20
Edifício sede do Banco Nacional de Angola

Em Maio de 2021, avança o BNA, foram desembolsados um total de quatro novos créditos à economia real no âmbito do Aviso n.º10/2020, de 3 de Abril, perfazendo um total de 233 créditos concedidos, 174, dos quais 179 com desembolsos efectivos.

  

De acordo com banco central, em termos de valor financeiro, o crédito concedido corresponde ao total de 506,97 mil milhões de kwanzas.


"O montante desembolsado pelos bancos comerciais até Maio totalizou 274,56 mil milhões de kwanzas, representando um acréscimo de 11,95 mil milhões de kwanzas, o que corresponde a 4,55% face a Abril de 2021", refere a mesma informação.


A publicação informa que em termos gerais, até o mês de Maio de 2021 o montante aprovado pelo sector bancário, corresponde a 284,77% do mínimo estabelecido na norma do BNA sobre crédito ao sector real da economia, enquanto que o efectivamente desembolsado corresponde a 154,22% do valor mínimo a conceder até 31 de Dezembro de 2021, conforme determina  o Aviso n.º 06/2021 sobre o Alargamento do Prazo de Vigência do Aviso n.º 10/2020 de 03 de Abril.


"Foram aprovados pelos bancos comerciais um total de 233 projectos,  correspondendo a 50,65% do mínimo estabelecido", sublinha o BNA.


Segundo o Banco Nacional de Angola, o número de bancos que cumpriu o limite mínimo de 2,50% do seu Activo Liquido manteve-se inalterado em relação ao mês de Abril de 2021, sendo ATL, BCGA, BCH, BFA, SBA, BNI, BOCLB, BPG, BVB, FNB, KEVE, BIR, YETU, VTB e BMF as  instituições  cumpridoras. 

 

 

 

 

 

 

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Economia