Política

CPLP: Angola promete presidência focada na cooperação

O representante permanente de Angola junto da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), Francisco Encoge, disse hoje que Luanda fará "uma presidência de continuidade", mas empenhada no "novo objectivo da cooperação económica".

28/09/2021  Última atualização 15H41
© Fotografia por: EDIÇÕES NOVEMBRO

"Essa presidência será uma presidência de continuidade. Cabo Verde terminou agora a sua presidência e nós o que iremos fazer será pegar naquilo que, eventualmente, não tenha sido concluído, por razões óbvias, entre elas a da pandemia, e prosseguir", afirmou o embaixador Francisco Encoge na sede da CPLP em Lisboa, onde hoje apresentou as credenciais ao secretário-executivo da organização.

O diplomata realçou ainda que os "desafios hoje são novos", em função do momento que se vive actualmente, e acrescentou: "Vamos fazer diferente, sempre no quadro do consenso entre todos os Estados-membros".

Francisco Oliveira Encoge, que foi director do gabinete de Apoio à Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) e Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP) do Ministério das Relações Exteriores angolano já esteve envolvido nas reuniões que antecederam a conferência de chefes de Estado e de Governo da comunidade, que decorreu a 16 e 17 de Julho em Luanda.

O diplomata angolano desempenhou, entre outros cargos, o de cônsul de Angola em São Paulo, no Brasil.

 

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política