Sociedade

Covid-19: Quadro clínico dos 98 casos positivos em cabinda é estável

Bernardo Capita | Cabinda

Jornalista

O quadro clínico dos 98 casos positivos, dos 100 diagnosticados com a Covid-19 em Cabinda, é estável, garantiu, ontem, José Paulo Makuaka, membro da Comissão Provincial Multissectorial de Prevenção e Combate à pandemia.

02/10/2020  Última atualização 12H33
DR

Falando durante a apresentação da situação epidemiológica da província, nos últimos oitos dias, José Paulo Makuaka explicou que, dos 100 casos positivos, 12 são importados, sendo quatro da República Democrática do Congo, três do Congo Brazzaville e cinco de Luanda. Os restantes 88 são de transmissão local.

O membro da Comissão Provincial Multissectorial de Prevenção e Combate à Covid-19 sublinhou que 32 casos são de vínculo epidemiológico conhecido e 56 de origem desconhecida.
O bairro Primeiro de Maio, segundo referiu José Paulo Makuaka, lidera a lista de zonas mais afectadas com a Covid-19, com 14 casos, seguindo-se Cabassango, com nove casos, e Resistência, com oito. O bairro Povo Grande, acrescentou, tem um registo de sete casos, enquanto Buco-ngoio, 4 de Fevereiro, a Luta Continua e Chinga, têm seis casos cada.

Além da ocorrência de casos positivos nos bairros acima referidos, José Paulo Makuaka destacou também os bairros Simulambuco, Amílcar Cabral e Vitória é Certa, onde há registo de quatro casos cada. Tchishaco, Lombo-Lombo e Chimindele registaram um total de três casos cada.
Os bairros Comandante Gika, Chiweca, Santa Catarina e Mbuco, todos situados na periferia da cidade de Cabinda, tiveram a ocorrência de dois casos da Covid-19, enquanto os bairros Tchizo, Luvassa Sul e Chibodo tiveram todos um caso.
O membro da Comissão Provincial Multissectorial de Prevenção e Combate à Covid-19 informou que as autoridades sanitárias da província, na perspectiva de conter a propagação do vírus Sars-Cov2 no seio das comunidades locais, criaram 34 cercas sanitárias, onde está confinado um total de 373 pessoas. “Poderemos aumentar mais cordões nos próximos dias, em função dos novos casos positivos” alertou.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade