Sociedade

Covid-19: Motoqueiros capacitados em matéria de biossegurança

Mais de seis mil moto-taxistas filiados na Associação dos Motoqueiros Transportadores de Angola (AMOTRANG), na província da Huíla, foram capacitados em matérias de biossegurança e regras de prevenção da Covid-19.

15/07/2020  Última atualização 09H43
DR

O presidente da AMOTRANG, Alberto Daniel, disse no encerramento da formação que “os primeiros contemplados estão agora melhor capacitados para realizar as actividades, prevenindo-se do contágio da pandemia”.
Os "kupapatas", referiu, têm responsabilidades acrescidas, por lidarem directamente com as pessoas que transportam, neste momento em que o país e o mundo enfrentam uma grande calamidade.

Acrescentou que a concentração dos “kupatatas” em locais apropriados facilitou o processo de formação e respectivos treinos. “Estamos agora a perspectivar a criação de condições para a instalação de recipientes com água e sabão azul nas paragens com maior concentração de pessoas para a lavagem das mãos”.

Jamba Carvalho, proprietário de 12 motas distribuídas em vários bairros da cidade do Lubango, enalteceu a iniciativa da associação. “Transportamos muitas pessoas para diversos bairros do Lubango sem conhecer a origem de cada um”, disse. Marcelo Sapalo considera que acções do género devem contemplar, principalmente, as zonas limítrofes da província da Huíla, nomeadamente Caconda, Gambos, Humpata e Quilengues, por serem os pontos de entrada de várias pessoas. Apelou às autoridades e associações juvenis a intensificarem as acções de sensibilização.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade