Coronavírus

Covid-19 faz seis mortes e há mais 145 infectados nas últimas 24 horas

Xavier António

Jornalista

Mais seis pessoas morreram, neste sábado (12), devido Covid-19, 145 foram infectadas e 106 recuperaram da doença, indica o boletim epidemiológico da Direção Nacional de Saúde Pública (DNSP).

13/06/2021  Última atualização 04H00
O quadro epidemiológico da pandemia em Angola aponta para 36.600 casos confirmados, dos quais 30.207 recuperados, 825 óbitos e 5.568 casos activos © Fotografia por: Dombele Bernardo | Edições Novembro
Dos novos casos, 79 são de Luanda, 28 no Huambo, 11 na Huíla, 10 no Cuanza Norte, oito em Malanje, cinco no Zaire, dois no Namibe, um em Benguela e um no Cunene.
As idades variam entre oito meses e 87 anos, sendo 73 do sexo masculino e 72 feminino, indicam as autoridades sanitárias do país.

Entre as seis vítimas mortais, quatro são do sexo masculino e dois feminino, com idades entre 25 e 67 anos, dos quais três no Huambo, dois na Huíla um no Cuando Cubango.


Segundo as autoridades sanitárias, dos conjunto de pessoas recuperadas nas últimas 24, 66 foram registados em Luanda, 18 no Huambo, 14 na Huila, seis em Benguela e dois na Lunda Sul, cujas idades variam entre um 1 e 80 anos.


Os laboratórios analisaram 1.690 amostras por RT-PCR. O cumulativo aponta para 61.2990 amostras processadas, desde Março último, com uma taxa de positividade de 6%.


Em relação ao controlo sanitário, nos pontos de entrada e saída da província de Luanda, foram realizados um total de 458 testes rápidos na base do antigénio atendidos.


Nesta altura, o quadro epidemiológico da pandemia em Angola, aponta para 36.600, dos quais 30.207 recuperados, 825 mortes e 5.568 casos activos.


Entre os activos, esclarece o documento, existem 14 críticos, 31 graves, 93 moderados, 21 leves e 5.409 assintomáticos. Há igualmente um total de 159 pacientes internados nas várias unidades de tratamento da Covid-19 no país.


De acordo com o Ministério da Saúde 151 pessoas cumprem a quarentena institucional e 2.354 estão sob vigilância epidemiológica. 


Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Coronavírus