Economia

Covid-19: Comissão Multissectorial apela ao reforço das medidas nas fronteiras com a RDC

Xavier António

Jornalista

A Comissão Multissectorial de Combate e Prevenção Contra à Covid-19 recomendou nesta terça-feira (15), às comissões provinciais a prestarem mais atenção no controlo e circulação das pessoas ao longo das fronteiras com República Democrática do Congo.

15/06/2021  Última atualização 21H48
Ministro de Estado e Chefe da Casa de Segurança do Presidente da República, Francisco Furtado © Fotografia por: Santos Pedro

Esta informação foi avançada à imprensa, pelo Ministro de Estado e Chefe da Casa de Segurança do Presidente da República, Francisco Furtado, no final de uma reunião que decorreu, em Luanda. 

Francisco Furtado assinalou que o facto de o país estar a registar uma ligeira descida dos casos, é fundamental o redobrar das medidas de protecção individual e colectivas em curso à luz do Decreto Presidencial que estabelece a Situação de Calamidade Pública.

O Chefe de Estado e Chefe da Casa de Segurança do Presidente da República Covid-19 reiterou que a Covid-19 é uma doença que mata. Acrescentou que as pessoas devem evitar as aglomerações nos óbitos para evitar a contaminação. "Estamos a ter mortes desnecessárias que podiam ser evitadas"

O também coordenador da Comissão Multissectorial entende que deve-se trabalhar mais a nível das administrações municipais e comissões provinciais com fito de se reduzir as mortes devido à Covid-19 e estancar os números altos de infecções registadas nos últimos tempos.

"É preciso que os cidadãos adiram a vacinação. Temos constatados que nos fins de semana há uma redução significativa aos postos de imunização", disse Francisco Furtado.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Economia