Desporto

Continuidade de Guialo está envolta em segredo

Teresa Luís

Jornalista

A continuidade de Isabel Guialo "Belinha", na Selecção Nacional sénior feminina de andebol permanece em segredo, após publicação no Jornal dos Desportos, de uma notícia a dar conta que a central pode falhar a participação no Campeonato do Mundo, a decorrer de 1 a 19 de Dezembro, em Espanha.

27/10/2021  Última atualização 07H55
Selecção Nacional de andebol © Fotografia por: DR
Contactada na segunda-feira, pelo Jornal de Angola, Belinha explicou que tudo estava dependente de um encontro com a direcção da Federação e a equipa técnica. Ontem, ávidos em saber o desfecho da reunião, pois as partes dialogaram, tentámos, sem sucesso, ouvir a jogadora.

Segundo fonte próxima à central da Selecção e do 1º de Agosto, Guialo vai pronunciar-se sobre o assunto ainda no decorrer desta semana.

"Neste momento a Isabel Guialo prefere resguardar-se no silêncio. Há muitos jornalistas a ligarem para obterem a mesma informação. Garantimos que ao longo da semana a decisão será de domínio público, por via das páginas oficiais do 1º de Agosto, na Internet, ou do canal radiofónico do clube", disse.

De 31 anos, 71 de peso, 1,71 de altura, Isabel Guialo disputou o Mundial pela primeira vez em 2011, no Brasil, na época com 21 anos. Em Campeonatos do Mundo, Guialo soma cinco presenças consecutivas e teve oportunidade de alinhar com  Marcelina e Luísa Kiala, Neyde Barbosa, Odeth Tavares, Bombo Kalandula, Nair Almeida e Cristina Branco.

Com 30 golos, 58 remates e 52 por cento de eficiência, Belinha integrou a lista das melhores marcadoras da fase preliminar do torneio de andebol dos Jogos Olímpicos de Tóquio’2020, em Tóquio, Japão.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Desporto