Economia

Consórcio encomenda 275 vagões para cargas

A Lobito Atlantic Railway (LAR), empresa concessionária da exploração, gestão e manutenção do Corredor do Lobito, encomendou 275 novos vagões porta-contentores à empresa sul-africana Galison Manufacturing.

20/06/2024  Última atualização 10H04
© Fotografia por: DR

Segundo uma nota enviada, ontem, às redacções, os vagões contentores serão entregues em três fases, devendo os primeiros chegar ao Lobito a partir do quarto trimestre deste ano. Estes terão a capacidade de transportar contentores de 10, 20 e 40 pés de comprimento, dando flexibilidade à carga transportada.

Esta encomenda é um passo importante na renovação da linha férrea e na sua capacidade operacional para transportar cobalto e cobre da República Democrática do Congo e da Zâmbia e mercadorias do Lobito para a RDC. A encomenda de novos vagões faz parte do investimento anunciado aquando da assinatura da concessão por 30 anos, em Novembro de 2022.

Os vagões estão a ser fabricados em aço de alta resistência para aumentar a durabilidade e reduzir o peso de cada um, o que, por sua vez, permitirá o transporte de cargas mais elevadas. O processo de fabrico envolve a utilização extensiva de métodos modernos, incluindo serras de viga computorizadas e células de soldadura robotizadas.

Desde Janeiro deste ano, a LAR explora, gere e mantém a linha férrea que se estende por Angola ao longo de quase 1.300 km, entre o Porto do Lobito e Luau, no Leste de Angola, e liga à rede ferroviária gerida pela Sociedade Nacional dos Caminhos-de-Ferro do Congo (SNCC), na RDC, até Kolwezi, Copperbelt.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Economia