Economia

Conselho analisa hoje sector de Petróleo e Gás

O aproveitamento económico e científico dos Laboratórios e Centros de Valorização de Rochas Ornamentais, bem como o Processamento e Políticas de Comercialização de Diamantes vão estar, em análise, hoje e amanhã, em Ndalatando, Cuanza-Norte, durante o VI Conselho Consultivo do Ministério dos Recursos Minerais, Petróleo e Gás.

05/08/2021  Última atualização 08H00
© Fotografia por: DR
O encontro, a ser orientado pelo ministro Diamantino Azevedo, vai apreciar o grau de cumprimento  do Plano Desenvolvimento Nacional 2018-2022 revisto e o grau de implementação das recomendações  saídas do V Conselho Consultivo.

O VI Conselho Consultivo, que decorre sob o lema "Modelos de Governação do Sector, Implementação e Resultados'', analisa, também, a Estratégia de Refinação de Petróleo e Gás em Angola.

De acordo com uma nota de imprensa a que o Jornal de Angola teve acesso, ao nível do sector dos Recursos Minerais serão, também, discutidos temas como a situação das brigadas de campo do sector diamantífero, outor-ga de direitos mineiros, projectos em fase de prospecção, desenvolvimento e produção mineira e das ocorrências,  utilidade e importância económica dos elementos das terras raras.

Quanto ao sector de Petróleo e Gás, constam da agenda de trabalho a situação dos postos de abastecimento de combustível e a capacidade de armazenamento, previsão da produção petrolífera para 2021, ponto de situação do Terminal Oceânico da Barra do Dande, no Bengo, Programa de Privatização e Alienação  de participações em blocos e Programa de Energias Renováveis.

O director  do  Gabinete Provincial para o Desenvolvimento Económico Integrado, do Cuanza-Norte, Humberto Mesquita, destacou a necessidade de  avaliação, exploração, comercialização e aproveitamento racional dos recursos minerais da província, de modo a garantirem o crescimento e  desenvolvimento económico sustentável da região.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Economia