Cultura

Concurso provincial de Trova: Gervais Mansima vence em Benguela

Júlio Gaiano | Lobito

Jornalista

O músico Gervais Mansima sagrou-se sábado, vencedor do primeiro concurso provincial de Benguela de Trova “Cantar Neto”, com 245 pontos, ao musicar o poema “Desterro” de autoria de Agostinho Neto, primeiro Presidente de Angola.

01/08/2022  Última atualização 11H26
Artista benguelense elogiou a iniciativa da UNAC-SA © Fotografia por: Domingos Calucipa | Edições Novembro

A gala organizada pela União Nacional dos Artistas e Compositores – Sociedade de Autores (UNAC-SA), que decorreu no pavilhão do Sporting Clube do Lobito, contou com a participação de sete artistas, em representação dos municípios de Benguela, Bocoio, Ganda e Lobito.

De acordo com o presidente do júri, Francisco Martins, o vencedor convenceu o jurado ao cumprir com os itens em avaliação, designadamente, a composição, harmonia, enquadramento vocal, estética de execuções e arranjo melódico, bem como a indumentária. "O júri não teve dificuldades de escolher o vencedor. Cumpriu à risca os critérios estabelecidos para o concurso”, justificou Francisco Martins.

O Trio Nack Tube  com 240 pontos ficou na segunda posição, seguido por Alfeu Bonifácio "Chiquito”, com 234 pontos.

O músico Gervais Mansima louvou a iniciativa da UNAC-SA em institucionalizar o concurso "Cantar Neto”, justamente numa altura em que o país se mobiliza para homenagear o seu centenário. "A emoção é tanta que me deixa sem palavras. Não pela conquista, mas pela iniciativa e, acima de tudo, pela coragem que a União Nacional dos Artistas e  Compositores – Sociedade de Autores em institucionalizar um concurso que nos traz à memória aquilo que foram os ensinamentos e crença de Neto, por uma Angola forte do ponto de vista de realização dos angolanos”, disse.

O secretário provincial da UNAC-SA, Jaime Neves da Costa "Tiviné”, considerou justa a decisão do júri, pois como justificou foi uma vitória sem contestação e, por isso, acredita que vai desempenhar um bom papel no Concurso Nacional. "Acabámos de realizar um concurso, cujo vencedor não sofreu nenhuma contestação, pelo contrário, foi vivamente saudado pelo público. Confesso que foi um espectáculo bonito de ver. Acredito que vai ser um digno representante da província no Concurso Nacional de Trova ‘Cantar Neto”’.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Cultura