Cultura

Concurso de Trova pelo centenário de Neto

Analtino Santos

Jornalista

O primeiro Concurso Nacional de Trova “Cantar Neto”, que é realizado dia 9 de Setembro deste ano, foi apresentado, oficialmente, quarta-feira, à imprensa pelo comité directivo da União Nacional dos Artistas e Compositores - Sociedade dos Autores (UNAC-SA), para saudar as comemorações do centenário de Agostinho Neto, a 17 de Setembro.

17/06/2022  Última atualização 07H40
Membros do comité directivo da UNAC-SA durante a apresentação do concurso à imprensa © Fotografia por: DR

O concurso, no qual os concorrentes deverão participar com poemas de Neto que nunca foram musicalizados, terá duas fases, sendo que a final acontece entre 1 e 10 Setembro, no Memorial Dr. António Agostinho Neto, depois das edições províncias que decorrem até ao próximo dia 12 de Agosto. As 18 canções finalistas serão editadas em disco e serão consideradas património da Fundação Agostinho Neto.

De acordo com Conceição Diamante, vice-presidente da UNAC-SA, os artistas devem continuar a contribuir para manter vivo o pensamento e as obras do Poeta Maior, para o acervo da memória colectiva. O concurso com periodicidade anual, nesta edição visa premiar a musicalização em estilo trova, de poemas do homenageado.

O guitarrista Diogo Sebastião "Kintino”, director de marketing, apresentou o regulamento  do concurso, que tem como objectivo elevar os níveis de audiência do estilo trova, responsável pelo aparecimento de artistas renomados da nossa praça.

Como principal requisito, justifica, a aposta é  em poemas "inéditos” que até agora não mereceram atenção, porque a obra de Neto é vasta e é um desafio à criatividade. Eventualmente propostas de línguas nacionais poderão ser aceites desde que tenham métricas e arranjos inovadores.

O concurso é aberto a todos executantes do violão e voz ou seja trovadores a solo, duetos, trios, acompanhados por instrumentos de precursão ligeira.

Jorge Mulumba, membro da direcção artística, e Eliseu Major, secretário-geral da UNAC - SA, não descartaram um outro concurso ou festival apenas focado em instrumentos tradicionais.

Na parte final do encontro, os membros da direcção fizeram uma abordagem das últimas actividades realizadas pela UNAC-SA, com destaque para a cerimónia de entrega de carteira profissionais aos novos membros, o levantamento de instrumentos identitários locais, representativos a implementação das sedes provinciais e o processo para o pagamento dos direitos autorais pelos utentes das obras.

 

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Cultura