Política

Comunidade Khoisan recebe doação

Mais de 20 famílias da comunidade Khoisan, da localidade do Ntopa, a 176 quilómetros da cidade de Menongue, província do Cuando Cubango, beneficiaram, sexta-feira, de dez toneladas de bens diversos, numa iniciativa da Casa Militar do Presidente da República.

10/01/2022  Última atualização 09H17
Governo está a desenvolver um programa de integração social da comunidade Khoisan © Fotografia por: Lourenço Bule | Edições Novembro
A doação de roupas usadas, massa, óleo alimentar, arroz, feijão, sal, fuba de milho, açúcar e leite foi entregue  pelo governador da província, José Martins.

A vice-governadora do Cuando Cubango para o sector Económico, Político e Social, Adélia Muambeno, que acompanhou José Martins, defendeu a mobilização de esforços para o processo de socialização da comunidade San, como  única forma de acabar com as práticas nómadas, inserindo-a em actividades agropecuárias, habitação condigna, entre outros.

"Tão logo haja verbas serão executados vários programas que visam melhorar a vida destas comunidades, não só com bens alimentares, mas   também,com meios de subsistência e trabalho para que deixem de ser nómadas e não dependam apenas de doações para a sobrevivência”, informou.

A  vice-govermadora   anunciou que nos próximos dias vão ser distribuídas enxadas, charruas de tracção animal, sementes diversas e fertilizantes para que os Khoisan possam ser incluídos nos programas de agricultura de subsistência. "O Governo local está a desenvolver um programa de integração social das comunidades Khoisan, para o acesso à habitação, água potável, educação, assistência médica e medicamentosa, no quadro das políticas do Executivo de combate à fome e redução da pobreza”, acrescentou.

Adélia Muambeno alertou para a necessidade de direccionar algumas verbas no início dos trabalhos de reassentamento das comunidades em locais apropriados e com segurança, para que o Governo possa colocar os serviços básicos, designadamente, a construção de escolas, postos de saúde, água potável, alfaias agrícolas e o fornecimento periódico de bens alimentares.

Para esta empreitada, a governante fez um apelo aos empresários nacionais e estrangeiros que operam no país, membros da sociedade civil, igrejas e outros parceiros para contribuírem no sentido de se dar maior alento às comunidades Khoisan e evitar o seu desaparecimento precoce.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política