Regiões

Colheita é estimada em 150 toneladas

O Governo do Cuando Cubango prevê mobilizar e apoiar, na campanha agrícola 2019/2020, cerca de 62 mil famílias camponesas, para a produção de mais de 150 mil toneladas de diversos bens, numa área de 103 mil hectares, no sentido de minimizar os efeitos da estiagem na província.

03/10/2019  Última atualização 16H45
DR

A informação consta do comunicado de imprensa da segunda sessão ordinária do Governo Provincial, realizada na cidade de Menongue, que foi orientada pelo governador Júlio Bessa, com a participação de delegados, directores provinciais, administradores municipais e comunais, autoridades tradicionais e eclesiásticas.
A nota refere que, para o êxito da presente campanha agrícola, a Direcção Provincial da Agricultura, Desenvolvimento Rural e Pescas já recebeu do ministério de tutela 140 toneladas de sementes de milho, massango, massambala, feijão-frade, estacas de mandioca e batata-doce, 80 toneladas de fertilizantes, três mil charruas, 30 tractores e seis moto-cultivadores, bem como 120 mil doses de vacinas para a imunização da população bovina.
Os participantes à reunião aprovaram as linhas gerais para o Programa de Desenvolvimento Agrícola 2019/2020, assente nos sub-programas nacionais do Ministério da Agricultura, relançando os pólos do Vissati, Licua e Missombo, da agricultura familiar em toda a extensão da província, assim como os subprogramas de Combate à Pobreza e o Projecto de Desenvolvimento da Agricultura Familiar e Comercialização, designado MOSAP II.
Recomendaram à população a denunciar a caça furtiva e a exploração ilegal de madeira, que, de forma desenfreada, devastam as florestas da província, prejudicando a vida selvagem, que é um elemento importante que concorre para o desenvolvimento do turismo.
Os membros do governo local foram informados sobre a distribuição de produtos às vítimas da estiagem, que já beneficiou cerca de 70 mil famílias a nível da província. Das mais de 500 toneladas recebidas, apenas cerca de 180 são de géneros alimentícios.
Os participantes tomaram conhecimento de duas brigadas de terraplanagem destinadas à província, cuja operacionalização será antecedida de formação aos operadores dos equipamentos conforme o plano elaborado pelo Ministério da Construção e Obras Públicas.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Regiões