Cultura

“Colecção Total Energies” mostra obras de enorme variedade artística

Mário Cohen

Jornalista

A Primeira-Dama da República, Ana Dias Lourenço, inaugurou, ontem à tarde, no Siexpo do Museu Nacional de História Natural, em Luanda, a exposição colectiva de arte contemporânea “Colecção Total Energies”, que fica patente até 14 de Novembro.

21/10/2021  Última atualização 07H40
Ana Dias Lourenço, ladeada do ministro da Cultura, no acto de inauguração da exposição © Fotografia por: DR
Durante a inauguração, a Primeira-Dama da República recebeu informações detalhadas sobre o conjunto das 41 obras expostas de uma enorme variedade de artistas e de técnicas, desde à pintura, passando pela fotografia, e ainda pela instalação.
 Estão patentes nesta mostra, sendo a primeira vez que uma empresa privada expõe a sua colecção ao público, obras de renomados artistas plásticos, a destacar Victor Teixeira "Viteix”, Francisco Van-Dú-nem "Van”, António Ole, Jorge Gumbe, Dom Sebas Cassule, Álvaro Maceira, Kabudi Ely, Amílcar Vaz de Carvalho, Otília Santos, Garcia "Zizi” Ferreira e Cristian Miller. 

Na ocasião, o ministro da Cultura, Turismo e Ambiente, Jomo Fortunato, disse que a mostra "Colecção Total Energies” comporta  41 obras de 20 artistas, na sua maioria criadores nacionais. Para o governante, a Colecção  vai reforçar os laços culturais e de parceria entre a Total e o Departamento ministerial que dirige.

Jomo Fortunato aproveitou para anunciar o projecto de recuperação simbólica do património artístico composto por mais de 300 obras depositadas no Museu de Antropologia, que inclui nomes de referência nas artes plásticas angolana e internacional, como Viteix, Ana de Sousa, Malagatana e Henriques Abrantes.

 Além de Ana Dias Lourenço, prestigiaram a cerimónia de inauguração da exposição a ministra da Educação, Luísa Grilo, a secretária de Estado da Cultura, Maria da Piedade de Jesus, e a directora do Museu Nacional de História Natural, Maria Belmira. 

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Cultura