Cultura

Clássicos da música no “Show do Mês”

Analtino Santos

Jornalista

Os clássicos da música angolana são o destaque do “Show do Mês”, que é realizado sexta-feira e sábado, às 21h00, na Casa das Artes de Talatona, em Luanda, com versões de temas, cujo êxito marcou uma geração.

25/05/2022  Última atualização 10H55
Guitarrista Teddy Nsingui é um dos convidados desta edição © Fotografia por: DR

O concerto, denominado "Re-clássicos”, tem como artistas confirmados Dennis Samaya, Heróide e Luwawa. Entre os sucessos confirmados para o guião constam "Mu Ndengue”, "Monami Zeca”, "Athu Mu NJila”, "Jiminina”, "Mu Sanzala”, "Amandjangue” e "Za Boba”.

Os ensaios têm decorrido no espaço Brasom, com o acompanhamento de uma banda, cujos nomes de relevo são Teddy Nsingui e Chico Santos. A produtora do "Show do Mês”, a Nova Energia pretende nesta nona temporada regressar ao formato inicial do projecto, marcado por duas noites seguidas de concerto.

O produtor Yuri Simão disse, ontem, ao Jornal de Angola, que o espectáculo, o primeiro com a presença do público, desde Fevereiro de 2020, promete ser "uma viagem por temas de épocas em vozes diferentes”.

Para o produtor, o foco desta edição são as músicas que marcaram os anos 40, 50 e 60, cujo êxito continua até os dias de hoje. "Vamos manter as matrizes, mas incluir novos arranjos, assim como fazer algumas fusões. A ideia é surpreender a plateia, por isto estamos a ocultar o nome de alguns artistas convidados”, disse.

A paralisação da pandemia, justificou, causou o atraso dos espectáculos presenciais. "Estávamos condicionados devido à Covid-19. Agora voltamos com a presença de 100% da assistência. Nos dois últimos anos trabalhamos quase ininterruptamente com concertos em directo”, aclarou.

Em relação a mudança de lugar, Yuri Simão informou que esta medida implica novos formatos e desafios. "Este ano vai ser diferente, com outros formatos e salas”, esclareceu o produtor.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Cultura