Sociedade

Cirurgias gratuitas no Sumbe beneficiam 150 pessoas

Alexa Sonhi

Jornalista

Um total de 150 cirurgias nas especialidades de pediatria, ginecologia, urologia e cirurgia geral vai ser realizado, a partir de amanhã, no município do Sumbe, província de Cuanza-Sul, no quadro do projecto “Meditur - a saúde ao encontro das comunidades”.

16/09/2021  Última atualização 08H25
Sem qualquer custo, doentes podem ter problemas resolvidos © Fotografia por: Vigas da Purificação e João Gomes | Edições Novembro
O porta-voz do projecto, o cirurgião geral Belo Costa disse que as cirurgias vão ser de pequena, média e grande complexidade, tendo em conta os dados apresentados pelo Hospital Geral do Sumbe, que tem, na sua lista de espera, mais de 200 pacientes.

Belo Costa frisou que todas as cirurgias vão ser realizadas numa acção conjunta entre os médicos do projecto da Meditur e do Hospital Provincial do Cuanza-Sul, no sentido de permitir uma maior troca de conhecimentos técnicos.
O porta-voz explicou que, a partir de Luanda saem 37 profissionais de saúde para encontrar outros 20, na província do Cuanza-Sul, que vão realizar as operações a custo zero.

Belo Costa salientou que o grupo de profissionais de saúde parte para o Sumbe, nas primeiras horas de hoje, tendo em conta que, a partir das 13h00, realizam consultas adicionais com todos os pacientes a serem submetidos às cirurgias.
Referiu que, depois das cirurgias, os pacientes vão continuar a ser seguidos a nível do Hospital Provincial do Cuanza-Sul, com a monitorização dos médicos saídos de Luanda.

Além das cirurgias, a Meditur tem, também, levado a cabo doações de medicamentos a instituições hospitalares de zonas periféricas. Este projecto existe, há sete anos.

Após a actividade do Sumbe, o projecto vai ser levado à província de Cabinda, no próximo mês, e, em Novembro, deve ser executado no Huambo e Bié, em Dezembro. Este programa de assistência gratuita já beneficiou munícipes de Luanda, Bengo, Malanje e Cuanza-Norte.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade