Política

Cimeira Mundial debate cidades inteligentes

Angola participa na 8ª Cimeira Mundial das Cidades (WCS, sigla em ingês), em Marina Bay Sands, Singapura, com uma delegação liderada pelo embaixador acreditado naquele país, Daniel António Rosa, em representação da governadora de Luanda, Ana Paula Chantre Luna de Carvalho Pereira.

03/08/2022  Última atualização 08H16
Embaixador Daniel Rosa (ao centro) em Singapura © Fotografia por: DR

A cimeira, que decorre sob lema "Cidades Habitáveis e Sustentáveis": Emergindo mais Fortes", reúne líderes governamentais, governadores de cidades e especialistas em desenvolvimento de todo o mundo.

Os políticos e especialistas debatem, na cimeira que termina hoje, as medidas a adoptar para lidar com os desafios enfrentados por cidades sustentáveis e habitáveis e compartilhar soluções urbanas futuras e promover novas parcerias. 

A agenda de trabalho contempla questões relacionadas com finanças sustentáveis, cidades inteligentes, desenvolvimento e planeamento, resiliência urbana futuras cidades habitáveis.

A Cimeira Mundial das Cidades cria um espaço para os líderes dos sectores académicos públicos, privados e internacionais trocarem ideias e juntos encontrarem soluções para as cidades do futuro.

Inaugurado em 2108, a Cimeira bienal atraiu, até agora, a participação de mais de duas centenas e meia de cidades do mundo.

Em 2018, Angola participou da sétima Cimeira Mundial das Cidades, com uma delegação chefiada pelo então governador provincial de Luanda, Adriano Mendes de Carvalho. O evento não foi realizado em 2020, em virtude das restrições resultantes da pandemia da Covid-19.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política