Política

“Cidade do Século de Angola” nasce no município de Viana

Adérito Veloso

Jornalista

O ministro de Estado José de Lima Massano procedeu, sábado, ao lançamento da primeira pedra da futura “Cidade do Século de Angola”, projecto imobiliário do grupo empresarial chinês Niodior, que está a nascer na Zona Económica Especial (ZEE) Luanda-Bengo, no município de Viana.

24/09/2023  Última atualização 09H00
José de Lima Massano durante a visita de campo © Fotografia por: Vigas da Purificação | Edições Novembro

O projecto está a ser implementado numa área de 3,1 milhões de metros quadrados, num investimento de mil milhões de dólares, e será desenvolvido em várias fases.

Na primeira, está a ser construído o "Novo São Paulo”, numa área de 600 mil metros quadrados, cuja conclusão está aprazada para o mês de Dezembro deste ano, e que servirá para a venda de pequenos produtos.

A iniciativa prevê, igualmente, a construção de centros comerciais para a venda de materiais de construção (a grosso e a retalho), lojas para a comercialização de produtos agro-alimentares, tecnologia de informação, espaço de lazer, centros desportivos (campo de golfe), um hotel de cinco estrelas e residências de alto padrão. Um total de 1.800 trabalhadores angolanos e 200 chineses vão participar na construção das primeira e segunda fases da "Cidade do Século de Angola”.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política