Sociedade

Cidadã mata filho rejeitado pela família do marido

Domingos Calucipa | Ondjiva

Jornalista

Uma mulher, de 34 anos, foi detida, quarta-feira (13), em Ondjiva, Cunene, acusada de matar o filho de sete meses, por supostamente ser rejeitado pela família do marido, já falecido.

14/10/2021  Última atualização 09H55
© Fotografia por: DR
Segundo o director do Gabinete de Comunicação Institucional e Imprensa do Comando Provincial da Polícia Nacional, intendente Nicolau Tuvecalela, a acusada tirou a vida à criança e, de seguida, colocou-a numa fossa.

A mulher justificou a acção, repudiada por vizinhos, com o facto de, alegadamente, o filho ter sido rejeitado pelo pai antes mesmo de nascer e, já na condição de viúva, estava a ser acusada pelos familiares do falecido ma-rido de ter feito o filho com outro homem.

O processo contra a  acusada prossegue os procedimentos jurídicos legais que se impõem, afirmou Nicolau Tuvecalela.



Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade