Economia

Chuvas destroem mais de quarenta campos de cultivo

Quarenta e quatro campos agrícolas dos municípios do Cuanhama, Namacunde e Ombadja, província do Cunene, ficaram destruídos em Fevereiro ultimo, em consequência das inundações provocadas pelas chuvas ocorridas na região.

15/03/2020  Última atualização 19H04
Dr

A informação foi prestada sexta-feira à imprensa, em Ondjiva, pelo comandante do Serviço de Protecção Civil e Bombeiros, Paulo Calunga, tendo referido que as inundações surgem devido ao transbordo das águas do rio Cunene e dos intermitentes Caculuvar, Chivemba e Mui.
As culturas nas margens dos rios e vales foram arrastadas pela corrente das águas das chuvas, com prejuízos ainda por avaliar, indicou Paulo Calunga, adiantando que está ser feito um levantamento da área e danos causados.
Por seu turno, a chefe do Instituto de Desenvolvimento Agrário (IDA) no Cunene, Anita Esperança, apontou que as inundações causaram prejuízos à produção do massango, massambala, tomate, cebola e couve.
A campanha agrícola 2019-2020 envolve uma área de 250 mil hectares de terra aráveis para 120 mil famílias camponesas, estando disponíveis contribuições do Estado de 130 toneladas de sementes, cinco mil charruas, 1.500 catanas, 900 enxadas europeias, 600 limas e 250 machados.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Economia