Mundo

China: Xi Jinping diz que a guerra pode levar a uma "situação incontrolável"

O presidente da China, Xi Jinping, falou esta segunda-feira com o chanceler alemão Olaf Scholz sobre o conflito na Ucrânia e realçou a importância de que este conflito não se transforme numa "situação incontrolável", segundo a rádio estatal chinesa, citada pela agência Reuters.

09/05/2022  Última atualização 15H05
© Fotografia por: DR
O governante fez ainda questão de realçar que "todos os esforços devem ser feitos para evitar a intensificação e expansão do conflito na Ucrânia" algo que na opinião do líder chinês pode "levar a uma situação incontrolável".

Jinping também convidou a Alemanha a participar na  'Global Security Initiative' (Iniciativa de Segurança Global), uma estrutura ampla e vaga que o líder chinês apresentou no mês passado e que defende o princípio de "segurança indivisível", um conceito que também foi apresentando pela Rússia para justificar o ataque à Ucrânia.

A Rússia invadiu a Ucrânia a 24 de Fevereiro e a ofensiva militar provocou já a morte de mais de três mil civis, segundo a ONU, que alerta para a probabilidade de o número real ser ainda maior. Além disso, a ofensiva militar causou a fuga de mais de 13 milhões de pessoas, das quais mais de 5,5 milhões para fora do país.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo