Política

Chile solicita apoio de Angola para membro do Conselho de Direitos Humanos da ONU

O Chile solicitou, nesta segunda-feira, o apoio de Angola à sua candidatura para membro do Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas, no período 2023-2025, cuja eleição deverá ocorrer em Outubro deste ano, em Nova Iorque, no âmbito da 77ª sessão da Assembleia Geral da ONU.

04/07/2022  Última atualização 19H27
© Fotografia por: DR | ARQUIVO

A mensagem foi transmitida ao embaixador de Angola na Etiópia e Representante Permanente Junto da União Africana (UA), Francisco da Cruz, durante uma audiência, concedida ao secretário geral para a Política Externa do Ministério dos Negócios Estrangeiros do Chile, Alex Wetzig.

Alex Wetzig garantiu que em caso de eleição, o mandato do seu país será marcado por uma atenção especial aos direitos costumeiro, a habitação e a assistência às vítimas das mudanças climáticas, questões que estão directamente associadas à realidade africana.

Angola e o Chile mantêm relações bilaterais baseadas num Acordo Geral de Cooperação que foi reforçado em 2014, durante a visita a Luanda da então presidente chilena, Michelle Bachelett.

Na altura, discutiu com as autoridades angolanas as bases de um plano de acção comum que foi assinado em Setembro de 2014 pelos ministros das Relações Exteriores dos dois países , abarcando várias áreas de cooperação, nomeadamente agricultura, infra-estruturas, energia, ensino superior, segurança marítima e defesa.

No quadro da materialização do referido plano de acção comum, a Agência de Cooperação Internacional do Chile (ACIC) tem oferecido bolsas de estudo a estudantes de Angola através do programa "Nelson Mandela”.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política